A ineficiência do santo.


A ineficiência do santo.

A história que conto ao leitor dessa semana, começa a partir da observação feita da janela do meu apartamento. Mas essa observação não é recente, ela tem levado anos, mais ou menos uns 16 anos. Criada dentro do catolicismo até um tempo eu fui incapaz de questionar algumas coisas, depois fiquei atrevida. Hoje não mais católica, sou muito atrevida. Bem, como sugere o título falemos de ineficiência. Ao longo dos anos em um certo domingo ano, geralmente em agosto, mas esse ano a gripe A mudou tudo, até as festas religiosas por aqui, então, em um certo domingo do ano tenho sido acordada pela animada festa. Passa pela minha janela um procissão interminável de carros, todos em direção a benção de São Cristovão. Minha a gente, a fila se forma lá pelas sete da manhã e só vai terminar lá pela uma da tarde. E povo buzina, nossa como buzina. E foguetes, não posso me esquecer deles. Será que o santo era surdo? Bem, vamos lá! A idade está me fazendo uma mulher prática e dada as lógicas. Então me pergunto: por que as pessoas cultuam um santo ineficiente? São Cristovão é ineficiente. Falo e comprovo. Poderia desfilar aqui, intermináveis tabelas e estatísticas sobre o aumento de acidentes de carros no Brasil, ou apenas na região onde moro. O que faz com que as pessoas continuem aumentando a fila nesse domingo da festa, e me acordando cedo com uma buzinação? Serei eu uma pessoa de intensa reflexão e muito atrevida? Por que esse santo não é eficiente. Seria a tradição que mantêm as pessoas na fila da benção? Seria o costume, a esperança de que essa benção os livre de acidentes? Será que a água “benta” fará o motorista beber menos em algum momento de seu final de semana? Será essa benção a responsável por cumprir regras de boa conduta no trânsito? Será que o santinho irá iluminar a cabeça daquele irresponsável que atravessa sinal fechado, brincando de roleta russa? Ou o Santo nós protegerá de quem vem em nossa direção? São tantas pergunta que me faço, olhando a procissão. E eu que não fui nela. E os que não acreditam na benção? Penso que o mundo da fé religiosa tem uma lógica própria, tentar entende-la sem fazer parte dela é pra ficar doido. E eu que não benzi meu carro, mais um ano fiquei apenas olhando a procissão passar. Quem sabe ano que vem eu vou, afinal mal não faz.
Mas eu continuo dizendo: esse santo não é dos mais eficientes.

7 comentários:

Sinara disse...

Falando em ineficiencia do santo eu vou mais longe e pergunto pq santo dos motoristas,ele ganhou algum premio de automobilismo..brincadeiras a parte, o mundo ainda tem uns costumes estranhos de seguir algo ou alguma coisa sem ter estudado a historia antes.

isabel disse...

Querida prima falou e disse, mas ,se o mundo ta assim, o que seria dele se nao fossem os santos que intercederem por nos.
Silvia volta pra religiao catolica, vc nao precisa fazer nada, e so ir numa igreja e comungar, pq um dia quero estar tc com vc dentro do ceu, bj, te amo

isabel disse...

querida Sinara, Sao Cristovao ajudava as pessoas a atravessarem de um lado para o outro do rio, por isso ele e considerado a Santo dos motoristas, pq ajudava tb a transportar. bj

Sinara disse...

Isabel querida sei que nao se discute religiao, mas prove onde diz que os santos intercedem por nós, nao espere isso nunca pois só ha um intercessor segundo a Biblia que é Jesus Cristo.

isabel disse...

EU NAO SEI TE PROVAR, O QUE VC ME PEDE,MAS QUANDO REZO O CREIO EU PROFESSO A MINHA FE DIZENDO ...CREIO NA COMUNHAO DOS SANTOS...

UM BJ

Chery disse...

Eu gostaria de ter fé o suficiente.
Sou devota de Santo Expedito, peço mas nunca acredito que vá se realizar.

Juliano Correa disse...

Eu já tive fé em anjos e santos e em entidades metafísicas. Perdi quando percebi que crendo ou não crendo, os resultados eram semelhantes.